5 efeitos benéficos dos exercícios para a sociedade

5 efeitos benéficos dos exercícios para a sociedade
Em um congresso sobre atividade física e saúde pública, especialistas destacaram o potencial da movimentação para promover melhorias ao redor do mundo

Recentemente, a cidade de Bangkok, na Tailândia, sediou o sexto Congresso Internacional de Atividade Física e Saúde Pública. Ao término do evento, vários profissionais se reuniram e escreveram um documento em que pedem apoio para priorizar o combate ao sedentarismo — caso contrário, a meta da Organização Mundial da Saúde de reduzir em 10% a inatividade física em crianças até 2025 não será cumprida.

Nesse manifesto, são destacados diversos problemas que certamente serão amenizados caso a atividade física ganhasse mais atenção das autoridades e da população como um todo. Elas vão além dos benefícios diretos à saúde, que, por si só, já seriam suficientes para justificar investimentos vultosos na área. Separamos desse material alguns pontos para você ficar de olho:

1) Atividade física é um fator-chave para controlar a epidemia de doenças crônicas
Diabete, obesidade, hipertensão… A lista de problemas não infecciosos que vêm afetando cada vez mais gente é extensa. E boa parte dela pode ser prevenida (e mesmo tratada) à base de suor.
É crucial reconhecer isso para que os sistemas de saúde pensem mais em prevenção do que apenas em fazer diagnósticos e prescrever remédios. Isso inclusive aliviaria os custos na área da saúde.

2) Pode reduzir o número de acidentes de carro
Uma das formas mais inteligentes e modernas de incentivar a atividade física é priorizar transportes públicos, além de valorizar calçadas e o uso da bicicleta. Ao adotar tais medidas, o número de automóveis circulando cai, o que diminui o risco de batidas. Além disso, estudos mostram que, quanto mais gente caminhando ou andando de bike, maior a conscientização dos motoristas com eles e com o fluxo do trânsito em si.

3) Aprimora a qualidade da educação nas escolas
Manter-se ativo na infância e na adolescência é um hábito associado a um melhor desempenho na escola e a um maior desenvolvimento cognitivo. Fora que, nas aulas de educação física, é possível aprender muito sobre a história de atividades culturais ligadas ao movimento.

4) Diminui a desigualdade social
Primeiro que valorizar o transporte ativo democratiza a cidade — o custo para chegar a um local e usufruir dele é bem menor de bike do que de carro. Depois que a prática esportiva, quando estimulada de forma inclusiva, ignora aspectos econômicos e mesmo de gênero.

Todo mundo, não importa cor, classe, sexo ou credo social, pode se unir para se divertir com uma modalidade qualquer. Especialistas destacam que valores como respeito, senso de justiça e companheirismo são estimulados pelos esportes.

5) Ajuda a contornar mudanças climáticas
A poluição é um enorme fator de risco para problemas de saúde. Ao estimular mais caminhadas e pedaladas e menos automóveis, a concentração de poluentes na atmosfera certamente despencaria.

Autor: Theo Ruprecht
Fonte: Saúde é Vital

Consulta ao resultado dos exames online

sp_direita.gif

Localize a unidade Oswaldo Cruz mais próxima de você

Acesso ao Oswaldinho

atividades_sociais.gif
qualidade_de_vida.gif
atividades_culturais.gif
video_institucional.gif

Vídeo - História

Revista57